ON

ON

Previsões Windguru Troia-Setúbal 3 Dias

Procura algo procure aqui

Google

Vídeos de Pesca

Loading...

quarta-feira, 28 de março de 2007

Iscos 1- Berbigão

Bom hoje vou começar por falar em iscos e começo pelo berbigão cuja utilização em pesca de altomar é muito utilizada com bastante sucesso em quase todos os pontos de Portugal de norte a sul(no sul é mais utilizado pois existe em maior abundância) .Uma descrição mais cientifica:"Concha com vinte e seis caneluras radiais, arredondadas e mais largas do que os espaços existentes entre elas, escamosas na região inferior. Cor amarelada ou esbranquiçada ou conforme o tipo e cor de solo adquire tonalidades identicas. Zonas das marés das lagunas litorais e estuários, em fundos areno-vasosos, sendo uma boa fonte de alimentos de acidos gordos nº3-Composição química aproximada (g/100 g):Humidade 76%,Gordura 3,3%,proteína 14,7%,cinza 2,3%)-Valor energético (kcal/kJ)92,5-387,2)". Como preparar para as nossas pescas?-Bom regra número um o berbigão apanhado por nós mesmos ou comprado deve se apresentar fresco e vivo.Normalmente o berbigão que se vende ao público para consumo passou por um processo de depuração obrigatório para eliminar possiveis toxinas prejudiciais ao consumo pelo ser humano, este berbigão deve ser evitado para a nossa pesca pois não produz tão bons resultados como o que não passou pela depuração.Após termos 2 a 3 kgs de berbigão vamos então prepará-lo começando por o abrir:1-Abrir ao natural é o método que permite normalmente obter os melhores resultados!Abre-se um por um com auxilio de uma faca normalmente pela trazeira ou com a trazeira de outro berbigão,exige muita paciência e destreza de mãos se não quizermos passar ali umas boas horas a abrir berbigão -Faz-se isto no dia anterior à saida para o mar.Depois de ele estar todo descascado e colocado num recipiente normalmente de plástico coloca-se no frigorifico na zona de baixo do frigorifico,frigobar,geladeira como queiram chamar e na hora que saímos para a pesca adiciona-se naquela água libertada pelo berbigão(vimos que 73% da sua composição é água) umas pedras de sal para conservar e enrigueçer ligeiramente quanto baste(nem muito nem pouco-depois de várias experiências chegamos á conclusão do sal correcto)2-A segunda forma de abrir o berbigão é ao lume dentro de uma caçarola sem nada dentro.Vai-se colocando o berbigão fechado até preencher o fundo da caçarola e vai-se agitando até que eles abrem por si mesmo,despeja-se para o lava loiças e repete-se a mesma operação até final.No lava loiças ou recipiente de plástico grande remexe-se com as mãos o berbigão que por si só por termos feito isso, a maioria se desprende da casca.Recolhe-se o Berbigão já sem casca colocando-se sobre um pano em cima de uma mesa tendo a finalidade de ir secando o berbigão.Depois de tudo descascado coloca-se uma porção de sal por cima deles e deixa-se estar a enxugar em cima do pano cerca de uma hora a duas,colocando-o em seguida em recipiênte de plástico também na zona de baixo do frigorifico,até sairmos para a pesca.Este método é muito mais rápido para quem tem de descascar 2 a 3 kgs de berbigão obtendo-se também bons resultados !aqui o berbigão retirámos água ao enxugá-lo apresenta-se mais rijo mas menos natural.O ideal é levarmos uma parte aberta de uma forma e outra de outra.Há quem leve também alguns por abrir vivos para dentro do barco mas em competição a rapidez e a não perca de tempo conta , normalmente ninguém o abre dentro do barco é trabalho de casa.Quando a organização da competição fornece os próprios iscos ai meus amigos o isco tem que ser aberto antes do começo da prova antes de chegar ao pesqueiro e ai quem tens unhas toca viola e inventa formas de preparar o isco o mais rápido possivel para começar a pescar.Em competição não é muito comum as organizações das provas fornecerem berbigão para isco devido ao ser complicado de arranjar grandes quantidades vivo para toda a gente e ao mesmo tempo abrir berbigão dentro de um barco de uma forma rápida ( é mais fácil fornecerem um isco congelado - o berbigão com casca congelado não produz grandes resultados) ao contrário de outros iscos,mas quem sabe...temos de estar preparados para tudo. De referir que berbigão que se vende já descascado e congelado quase nenhuns resultados obtém comparativamente ao fresco por isso não vão por ai, perdem tempo,dinheiro e peixe.Existem outras formas de abrir ao calor através de vapor na minha opinião as que descrevi são as melhores e sempre que possam pescar com berbigão apostem nesse isco fazendo bem o trabalho de casa !Lembrem-se que grande parte da preparação da pesca é feita em casa e não no barco !no barco temos que ter tudo pronto e em condições para pescar e não perder peixe em determinada hora em que temos o peixe debaixo de nós,com pormenores que podiam estar ja feitos de casa é tudo uma questão de vontade e organização de tempo diáriamente,(um pouco todos os dias e os iscos ficam para o dia anterior) até que chegado ao dia da pesca temos tudo preparado.De referir que o transporte dos iscos deve ser feito dentro de uma geleira(geleira há sombra) de forma a manter a temperatura com que saiu do frigorifico até ao barco e devem-se ir tirando pequenas porções de berbigão dentro da geleira para fora dela ao longo da pesca tentando pescar com o isco sempre o mais fresco possivel sem apanhar sol.
Bom para aqueles que não queiram ter este trabalho mas que apreciem mais o berbigão num bom arroz aqui vai:

Arroz de berbigão :"Ingredientes: (Para 4 pessoas )
1 kg de berbigão;
1,5 dl de azeite;
4 dentes de alho;
350 g de arroz;
1 molho grande de coentros;
sal e pimenta

-Lava-se o berbigão impecavelmente e abre-se sobre lume forte. Reserva-se a água. Lavam-se as cascas do berbigão em água, que também se aproveita. Deita-se o azeite num tacho, juntam-se os alhos cortados em rodelas e deixam-se cozer sem alourar. Côam-se as águas do berbigão (de abrir e de os lavar), misturam-se e mede-se a porção resultante. A quantidade de água deve ser um pouco mais do triplo do volume do arroz. Deita-se esta água sobre os alhos, junta-se um molho de coentros atados e deixa-se ferver um pouco. Retiram-se os coentros, introduz-se o arroz e, quando estiver quase cozido, juntam-se mais coentros picados, o berbigão e pimenta. Deixa-se acabar de cozer."
Até já

Um comentário:

Rafaela Cardoso disse...

Olaaaaaa papiiiii



e' assim o teu site está excelenteee...sobre u berbigão apenas digO k detesto=P BAH!!!


beijinhOs grandesssss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tempo

Ultimas Notícias

****Carlos Motaco do Clube Companhia dos Mares sagrou-se Campeão Nacional de 2008-Célio Alves Campeão Nacional 2009****