ON

ON

Previsões Windguru Troia-Setúbal 3 Dias

Procura algo procure aqui

Google

Vídeos de Pesca

Loading...

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Campeonato do Mundo F.I.P.S 2007 - Bélgica-Blankenberg

Estamos próximos da data da realização do 43º Campeonato do Mundo na Bélgica-Blankenberge entre 29 de Setembro a 6 Outubro 2007 onde mais uma vez teremos a presença da nossa selecção nacional entre 18 nações participantes.A cobertura da imprensa e televisão faz este evento único na competição de pesca internacional.Chegou-me alguma informação sobre o evento,nomeadamente ao nível da parte técnica utilizada na zona, para os competidores que irei traduzir o melhor possível e transcrever em seguida."Os Barcos de cruzeiro utilizados nesta competição são barcos cabinados com um poço bastante largo á ré ,que permitem que 5 pescadores possam pescar confortávelmente durante o dias de competição.Aconselha-se a utilização de canas de barco entre o 2,7 metros até ao máximo de 5m com carretos.A espessura das linhas principais e linhas de estralhos variam entre 0,40 a 0,60 mm.O máximo de 3 anzóis podem ser utilizados,nos tamanhos:N.º0 a 4/0.A chumbadas utilizadas devem variar entre 250 gr a 500 grs.Se a água correr muito chumbadas acima de 400 grs devem ser utilizadas.A área de pesca da competição no campeonato do mundo,tem profundidades que variam entre o 10 a 30 metros de fundura.Será apenas uma competição de pesca ao fundo.Apenas o iscos fornecidos pela organização podem ser usados.Diáriamente nos dias de competição será feito ,a bordo o sorteio dos lugares nas embarcações de cada concorrente.A pesca deve ser feita de acordo com a regras internacionais F.I.P.S.-M. Se desejar mais informações acerca das regras,por favor escreva para o Secretário da F.I.P.S.-M: Sr Pierre Biever,General Secretary, 26, rue de Belvaux, L - 4510 Oberkorn, Luxembourg."
Apesar da minha experiência internacional em competição valer zero,(um dia espero lá chegar...rsrsrs),gostava de dar aqui umas opiniões e apenas isso ,de um leigo face ao que se acaba de ler acima.A grande diferença na zona relativamente a Portugal é sem dúvida as correntes mais fortes que obrigam á utilização de chumbadas mais pesadas,do que as utilizadas em Portugal.A utilização de chumbadas com grampos pode na realidade poder ajudar bastante á sua fixação junto ao fundo.Sabemos quanto mais pesada é a chumbada que utilizamos menor a sensibilidade que se tem relativamente aos toques do peixe.Isto faz-me pensar que a utilização de um xicote em fluocarbono como normalmente fazemos ,nestas condições de muita corrente pode-nos tirar sensibilidade e que provávelmente a utilização do multifilar directo á montagem pode dar melhor sensibilidade aos toques do peixe,e melhores resultados.Medidas de multifilar por volta dos 0,15-0,20 fazem menos resistência na água e menos arco.As profundidades entre 10 metros e 30 metros,obrigam á utilização obrigatória de fluocarbono a 100% quer nas madres quer no estralhos e pescar no limite da espessuras possíveis para a zona com base nas espécies existentes mais numerosas e pontuáveis pode fazer a diferença.De qualquer forma o facto de a água correr muito também não provoca junto ao fundo uma água límpida o que nos permite utilizar fluocarbonos mais grossos.Bom mas isto é apenas uma opinião válida ou não,serve apenas como raciocínio de quem não tem qualquer experiência em competição internacional,mas no Brasil tive de pescar muita vez com 500 grs de chumbada e ter de sentir e ferrar peixe.Depois como o decorrer da maré ía baixando a chumbada.No repontos da maré a água para e deixa de correr nessas alturas é que se tem de aproveitar.Á nossa selecção votos de melhores sucessos.Até já.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tempo

Ultimas Notícias

****Carlos Motaco do Clube Companhia dos Mares sagrou-se Campeão Nacional de 2008-Célio Alves Campeão Nacional 2009****