ON

ON

Previsões Windguru Troia-Setúbal 3 Dias

Procura algo procure aqui

Google

Vídeos de Pesca

Loading...

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Acção de pesca em competição-"Rapadores"

Muito se houve falar nesta expressão,"Rapadores" e outras que na gíria da pesca de competição de alto mar significa apanhar muito piço,ganopas e andorinhas a uma velocidade enorme e quantidade elevada.Para se ser "rapador",tem de se ir buscar peixe em qualquer direcção.Se analisarmos a boca da ganopa que é grande, não é igual a um piço,nem a uma andorinha.Estas 3 espécies são espécies sem valor comercial e que normalmente em fundos de pedra,são os primeiros a atacar os iscos, pois são espécies mais residênciais nas pedras.Sargueta e choupa existem em menor abundância,e nem sempre estão na pedra.Sabemos que a técnica necessária para capturar piços,ganopas e andorinhas ,não necessita grande apuramento e que desde que exista um anzol de compromisso que dê para todas elas ,a captura não é dificil,apesar do piço se apresentar sempre como o mais difícil de todas nestas 3 espécies pela sua boca mais pequena.A sargueta e a choupa já não é assim, já necessitam técnica bastante apurada, sempre dependente da forma como nesse dia estão a comer pois nunca é igual, e depende da zona de pesca.Ao longo dos anos de experiência que vou levando nestas coisas,sou de opinião que ao longo do país desde norte a sul, a dificuldade em capturar sarguetas vai aumentando de norte para sul.Por exemplo é mais fácil capturar sarguetas(roçadas,etc) em Peniche do que em Setúbal.Porquê?Certezas não tenho,algumas teorias sim que podem estar erradas óbviamente.Quanto mais caminhamos para sul,nomeadamente junto a estuários de rios(Sado),e depois no Algarve nomeadamente na zona da ria formosa a abundância de comida natural é enorme.Se pensarmos que em zonas onde a comida natural é abundante podemos pensar que o peixe aqui anda gordo,saciado de comida natural,e não ataca os nossos iscos com facilidade, se estes não lhe agradarem profundamente,se pensarmos que nestas zonas onde a presença de comida natural é maior e existe menos pedra,o peixe anda mais disperso entre fundos de cascalho , e mistos de areia e pedra.Em zonas de maior presença de pedra,o peixe está mais concentrado,logo a concorrência é maior e a comida natural existe em menor quantidade.Logo o peixe em maior quantidade e face á concorrência ataca os nossos iscos com mais facilidade e vontade.São apenas teorias que eu não consigo provar mas que tenho nelas convicção.Logo meus caros leitores a sargueta já por si não come todos os dias da mesma forma,e não ataca os iscos da mesma maneira nas várias zonas do país,mas em competição vale 40 pontos.Em competição dependente da zona nem sempre a sargueta está ou aparece apenas pontualmente em cardume,logo o recurso as ganopas,piços e andorinhas a valer 10 pontos é necessária para pontuar.São estas as regras! estas 3 espécies contam.No Algarve com o barco á deriva,em fundos onde dê para arrastar um pouco a chumbada pelo chão sem prender,é uma das melhores formas para capturar as ganopas(lobos) umas a seguir ás outras.Em competição o barco não está á deriva, está fundeado ,logo uma das formas de simular uma situação de a chumbada a correr pelo fundo com a montagem, é utilizar uma chumbada leve quanto possivel(já o vi fazer com sucesso,pois não existia outras espécies na altura e era necessário pontuar).Por isso o recurso a "rapar os fundos"é necessário para se poder pontuar pois não existem mais espécies,ou outras aparecem, apenas em poucos minutos durante a prova.Continuo a achar fundamental, o trabalho de saber fundear bem,para se capturar determinado tipo de espécies de maior valor comercial.Se me perguntarem se acho que ganopas,piços,e andorinhas deveriam deixar de pontuar a exemplo de carapaus e bogas,eu ainda não tenho uma opinião formada,acho que é discutível ,e se vier a ser alvo de análise deve ser cuidada,de qualquer forma o sistema é este ,e pessoalmente vivo pacificamente com as regras actuais de competição,apesar de achar que algumas poderiam ser alvo de reflexão primeiro para possíveis alterações.Mas sem dúvida que prefiro um saco á pesagem de besugos,choupas,sarguetas de maior calibre do que um saco cheio de ganopas ,piços e andorinhas,com duas ou três sarguetas misturadas.Compreendo também que por vezes não se consegue fazer melhor,a mim também me acontece.Ser "Rapador"em competição, como forma de se adaptar ao pesqueiro que tem peixe menos nobre, em menor quantidade,faz parte da competição.Até já.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tempo

Ultimas Notícias

****Carlos Motaco do Clube Companhia dos Mares sagrou-se Campeão Nacional de 2008-Célio Alves Campeão Nacional 2009****