ON

ON

Previsões Windguru Troia-Setúbal 3 Dias

Procura algo procure aqui

Google

Vídeos de Pesca

Loading...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Natal

Natal.Lembro-me do madeiro que ardia no muito frio da noite e que reunia em redor a aldeia.Lembro-me da missa do galo naquelas noites de Natal em que tentava vencer o sono.Lembro-me do beijo do menino e dos sinos que tocavam.Lembro-me do cheiro a pinheiro da árvore de Natal, e dos homens do lixo e varredores tocando nas portas pedindo "Broas de Natal".Lembro-me do musgo do presépio e das figuras em barro pintado,que eu como um ritual, todos os anos repetia criando o presépio.Lembro-me de pela manha ainda cedo procurar a prenda junto á árvore, de sorrir, de me sentir grato e feliz.Lembro-me do coitado do peru vivo e grogue qual condenado a almoço de Natal, das filhoses, do adeus até ao meu regresso na longe África, do circo na Tv a preto e branco que em tarde de Natal não perdia.Lembro-me da família, do gato vadio "Rigongas" a entrar pelo buraco da porta, da minha avó, da minha saudosa e querida Mãe, e relembro tantas coisas que eu já não me lembro.Mas a principal eu lembro "Se te portares bem, estudares e tiveres boas notas o menino Jesus vai te compensar pelo Natal trazendo uma prenda".Ouvia também timidamente aqui e além, falar no Pai Natal! Bom pouco me interessava, não entendia muito bem qual o papel dele, e colocava-o na gaveta do esquecimento.Lembro-me mais tarde mais velho que afinal o Pai Natal até existia e era ele que trazia as prendas.Não tinha opinião formada sobre ele nem boa nem má, apenas sentia que não era igual ao menino Jesus.Começou a aparecer,mais cedo já não era de manhã, por volta da meia noite ou perto disso.Lembro-me também que numa das noites de Natal ele apareceu reuniu as crianças num quarto, fechou a porta e deixou-me de fora. Afinal o Pai Natal era injusto, o menino Jesus não me faria isso, ou entanto provávelmente portei-me mal sem ter dado conta, fiquei triste e nunca mais esqueci.Lembro-me que mais tarde o pai Natal fui eu, a mãe, os tios, os centros comerciais, tudo já sem a magia do Natal, do menino Jesus.Afinal o Pai Natal não passava de um estafeta de entregas mais elaborado, vestido com uniforme vermelho simpático e barba branca ao serviço do comércio desenfreado, promovendo o consumo.Há gente que diz "Não gosto do Natal",eu digo não gosto do Pai Natal, nunca gostei, eu queria as prendas pela manhã.Os tempos mudam, e o Pai Natal saiu de moda, principalmente quando o marketing menos bem o colocou a entrar pelas varandas pendurado como se de um larápio se tratasse.A imagem do Pai Natal saturou, só faltou ver o Pai Natal a mendigar porque a vender eu vi muitas vezes.Mantenho a esperança que a mensagem de Natal está a reaparecer, o futuro vai ser mais espiritual ,menos materialista e mais solidário com a pobreza.A procura da felicidade pelo homem, passará pelas coisas simples da vida e que a Natureza proporciona.Lembro-me do burrinho, da vaquinha, do S.José e da N.Senhora, do berço com as palhinhas, e do menino que tinha um braço partido colado.Lembro-me das cartas ao menino Jesus justificando os nossos desejos e anseios, e da Magia que era o Natal.E vou pedir aqui um desejo ao menino Jesus: Que ilumine o homem para que combata eficazmente a pobreza humana, só assim terá paz e prosperidade.Os meus votos de um Santo Natal para todos vocês e famílias. Até já.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tempo

Ultimas Notícias

****Carlos Motaco do Clube Companhia dos Mares sagrou-se Campeão Nacional de 2008-Célio Alves Campeão Nacional 2009****